Na Natureza Selvagem [filme]


Na Natureza Selvagem é um daqueles filmes que com certeza vai te inspirar a literalmente “tirar a bunda do sofá” e ir fazer algo de bom com sua vida. O filme é baseado no livro de mesmo nome, que por sua vez é baseado na história real de Christopher McCandless, um jovem americano que ao se formar na faculdade, decide partir em uma jornada de desapego e auto-conhecimento.

Tirando uma coisa do caminho. Em algumas reportagens e resenhas que vejo por ai, alguns spoilers inacreditáveis são passados, o que não estraga a experiência do filme pois a mesma é bem mais ampla do que algumas cenas, mas tira algumas surpresas interessantes. Este post está livre de spoilers e aconselho fortemente que, se for ler algo sobre o filme ou o livro, o faça com cuidado pois, pode levar um tremendo spoiler na cara! Eu aqui decidi dividir este post em duas partes, esta primeira apenas com um convite a assistir o filme a na segunda parte, algumas considerações e debates sobre o filme em si.

Christopher McCandless (Chris), muito bem interpretado por Emile Hirsch, nos é apresentado como um jovem rapaz que acaba de se formar na faculdade e decide literalmente largar tudo e partir em uma viagem pelos Estados Unidos. Com apenas uma mochila nas costas e alguns poucos dólares, ele acredita que pode sobreviver apenas com o mínimo e extraindo o máximo que a própria natureza pode oferecer. Durante sua viagem Chris decide se apresentar a todos que conhece como “Alex Supertramp”. Os “capítulos do filme” são divididos como uma vida, como se representasse um renascimento de Chris como Alex Supertramp. Então logo em seu nascimento, Alex abandona seu carro e literalmente queima seu dinheiro, em uma cena bem emblemática que demonstra o tamanho do desapego de Alex para com os bens de sua outra vida.

Algumas das inspirações de Chris são grandes autores como Tolstoy, Jack London e Thoreau, escritores que dentre outros pensamentos, pregavam a proximidade com a natureza e uma vida simples. Thoreau é escritor de um livro “Walden ou a vida nos bosques”, obra esta que se tornou uma referência para ecologia. Interessante notar que o autor escreveu este livro em 1845, ano em que o escritor foi morar no meio da floresta. Às margens do lago Walden construiu uma casinha e um porão pra armazenar comida. Sem experiência como agricultor, plantou e tentou a autossuficiência. Viveu ali por 2 anos. Durante o filme, Alex é filmado lendo um livro de título “O Chamado Selvagem”, obra esta do autor Jack London (citado por Alex em outros momentos do filme).

Durante toda a viagem Alex vai conhecendo novas pessoas, ensinando e aprendendo, mas nunca parando muito tempo no mesmo lugar. Ele tem um objetivo nesta viagem e vai fazer de tudo para chegar lá. Ele quer chegar ao Alaska e viver literalmente Na Natureza Selvagem. É interessante notar que, um dos motivos desta fuga de Alex é seu problema com as relações interpessoais. Ele acredita que as pessoas valorizam demais estas relações e prestam pouca atenção no mundo que as cerca. O filme é narrado na ordem quase cronológica da viagem de Alex, com alguns flashbacks de sua vida, narrados por sua irmã. Nestes flashbacks, podemos montar o quebra-cabeças e descobrir outro motivo de Alex estar fugindo. Uma família materialista, hipócrita e com relacionamentos baseados em mentiras.

A caracterização do ator Emile Hirsch para este papel é realmente impressionante! Além da interpretação ter sido realmente muito convincente. Não é a toa que Emile Hirsch foi vencedor dos prêmios NBR Awards e Mill Valley Film Festival Awards na categoria de melhor ator por sua interpretação em A Natureza Selvagem. Abaixo deixo uma foto lado a lado do ator e do personagem real, o qual ele interpreta no filme.

na-natureza-selvagem-comparativo

Sean Penn tem um papel fundamental em toda a forma como o filme é conduzido. As paisagens apresentadas no filme são belíssimas! O silêncio em muitos momentos vai dando lugar suavemente a trilha sonora que nos prepara para os acontecimentos fantásticos que ocorrem praticamente a cada cena.

Para completar todo ótimo ambiente do filme, a trilha sonora é realmente muito boa! Para os fãs de Pearl Jam mais desavisados, a voz inconfundível de Eddie Vedder cantando músicas não conhecidas dos fãs da banda deve ter soado estranho. Ocorre que estas músicas pertencem ao primeiro álbum solo de Eddie Vedder, que por sinal foi indicado a alguns prêmios de melhor canção.

Na Natureza Selvagem é um filme inspirador, mas sem “viajar na maionese”. Para as pessoas que gostam de viajar, este filme é um prato cheio! Mas não é só de viagens e inspirações que o filme trata, você vai se questionar sobre todas as relações que tem com amigos, familiares e parceiros(as). Este filme também pode ser considerado como uma introdução a sobrevivência na natureza (trato melhor disso na segunda parte do post), com cenas bem marcantes.

Para finalizar, deixo vocês com uma reflexão de Christopher McCandless

A felicidade só é verdadeira se for compartilhada … Christopher McCandless (Na Natureza Selvagem)

Segunda parte do post, com reflexões pessoais a respeito do filme (recheado de spoilers)
Na Natureza Selvagem [Zona de Spoilers]

Algumas reportagens relacionadas ao filme e a pessoas que foram inspiradas por ele
Ônibus “Mágico” do filme Na Natureza Selvagem se torna atração turística (REPORTAGEM COM SPOILER SOBRE O FILME)
Lugar do filme Na Natureza Selvagem atraindo viajantes (ATENÇÃO! REPORTAGEM TEM SPOILER FORTE SOBRE O FILME!)

Filme e livro para quem quiser adquirir
Livro Na Natureza Selvagem (Livro)
Filme Na Natureza Selvagem (DVD)
Filme Na Natureza Selvagem (Blu-ray)

Os livros de Thoreau e Jack London citados no post
Walden ou a Vida nos Bosques (Thoreau)
O Chamado Selvagem (Jack London)

There is no more story.
Next Na Natureza Selvagem [filme] - Zona de Spoilers

2 Comments

  1. Avatar
    edet
    21 de janeiro de 2015
    Responder

    Muito bom o filme assisti esses dias

  2. […] Um Robô em Curto Circuito, os dois primeiros Free Willys, O Chamado 2, Tartarugas Ninja 3, Na Natureza Selvagem, entre outros. Bom lugar para os amantes de cinema visitarem, […]

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.